Notícias | Grupo Lena

Saltar para conteúdo
Logótipo: Grupo Lena
GL - frases1GL - frases2GL - frases3GL - frases4GL - frases5GL - frases6GL - frases7GL - frases8GL - frases9GL - frases10GL - frases11GL - frases13GL - frases14GL - frases15GL - frases16GL - frases17

Notícias 

12, Outubro 2016

Sinalização Vertical em Material Polimérico

Sinalização Vertical em Material Polimérico
A Ecopaint viu aprovada a sua candidatura ao Portugal 2020 - Programa Operacional Competitividade e Internacionalização, com o projeto SinalPlas, na tipologia de Projeto de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico.

Com um investimento total superior a 440 mil euros e um financiamento de 236 mil euros, o projeto SinalPlas pretende conceber sinalização vertical temporária e definitiva a partir da técnica de injeção em molde de materiais poliméricos que incorporem materiais reciclados, de modo a obter produtos de maior resistência à corrosão, mais leves, de fácil manuseamento e transporte, ecologicamente menos onerosos, e com características totalmente inovadoras, nomeadamente a autolimpeza e a fotoluminescência.

 

Este inovador produto pretende dar resposta aos problemas relacionados com a sustentabilidade e a manutenção da sinalética de trânsito existente. A natureza metálica torna-os dispendiosos e acarreta problemas de corrosão. Por outro lado, é conhecida a elevada tenacidade dos plásticos em termos de resistência à corrosão, com um maior tempo de vida e uma maior recuperação elástica. Na procura por alternativas, considerou-se igualmente os custos ambientais e os custos das matérias- primas.


O projeto SinalPlas pretende criar sinalética vertical de trânsito a partir de polímeros recicláveis. Serão ainda adicionados agentes que incrementarão a homogeneidade e o tempo de vida. Moldagem por injeção é a tecnologia envolvida na produção, por ser menos onerosa que as tecnologias transformadoras dos metais e por ser ambientalmente menos comprometedora e com menores custos energéticos associados à fabricação e à degradação. Para a redução dos custos contribui ainda um tratamento superficial que dificulta a aderência dos pigmentos das práticas de grafiti, enquanto assegura a autolimpeza. A resistência a variações térmicas constitui outro ponto a favor dos polímeros, dificultando a deposição de gelo. De referir ainda que está prevista a introdução de aditivos fotoluminescentes.


A equipa envolvida está na posse de elevado conhecimento do ponto de vista científico e tecnológico e conta com a vantagem de se localizar numa zona de grande densidade tecnológica na área dos polímeros, como é a Marinha Grande.


O projeto SinalPlas visa desenvolver duas tipologias de produto que encerram uma solução ainda inexistente no mercado. Por um lado, sinalética vertical de carácter permanente (15-20 anos) a partir de materiais reciclados, nomeadamente politereftalato de etileno (PET), entre outros num registo de injeção de mono ou multimaterial. E por outro lado, sinalética vertical de carácter temporário (1 a 5 anos) a partir de materiais de natureza polimérica num registo de mono ou multimaterial.


Pretende-se ainda executar estudos com vista à construção de sinalética vertical de carácter permanente e temporário recorrendo ao processo de “in-mould labelling” (produção da placa e laminagem em um só passo).


O SinalPlas traduz a visão estratégica e a aposta da promotora líder, a Ecopaint, num forte investimento em atividades de inovação, investigação e desenvolvimento tecnológico, com recurso a centros de saber que, pela transferência de conhecimentos, irão permitir o desenvolvimento e a otimização de novos processos, bem como a criação de novos ou melhorados produtos de elevado desempenho, que incorporam um intensivo conteúdo tecnológico e valor acrescentado para o mercado.

3, Outubro 2016

Publicenso cria portais autárquicos inovadores

Publicenso cria portais autárquicos inovadores
A Publicenso desenvolveu uma solução integradora que permite criar portais autárquicos inovadores capazes de comunicar em diversas plataformas web. A empresa de design e projetos web dá assim resposta às necessidades específicas dos municípios, que pela seu papel, apresentam um vasto conjunto de informações e funcionalidades dispersas em diversas plataformas web.

A solução inovadora da Publicenso é única no mercado nacional e tem diversas vantagens em termos de funcionalidade, produzindo sites modernos com maior proximidade e utilidade para o utilizador, a preços competitivos.
Os sites produzidos com esta solução – de que é exemplo o novo portal da Câmara Municipal de Ansião – possuem um layout responsivo, adaptável a qualquer dispositivo móvel (smartphone, tablet), com ligação a sites e aplicações já existentes, disponibilização de todo o histórico do site antigo, mapas interativos para turistas, formulários online para os munícipes, entre outras funcionalidades que permitem ao município manter uma relação de proximidade, utilidade e transparência com os utilizadores do portal.
Carlos Conceição, responsável da Publicenso, dá conta que «há já vários anos que os portais web criados pela Publicenso permitem, não só cumprir com os mais elevados patamares de exigência ao nível das Diretrizes de Acessibilidade para Conteúdo Web (WCAG) 2.0 - W3C – contando no seu portefólio com o desenho e implementação do site do Museu da Comunidade Concelhia da Batalha, um dos sites nacionais mais premiados a este nível –, mas também disponibilizar aos utilizadores uma experiência de navegação intuitiva e inovadora do ponto de vista tecnológico.
Ao contrário da maioria do sites disponíveis no mercado que recorrem a plataformas open source, os websites criados pela Publicenso são desenhados de raiz para cada projeto, garantindo dessa forma, não só maior segurança informática, como também a possibilidade de incorporar configurações específicas, que são concebidas de modo a permitir mais eficácia e eficiência, quer para os utilizadores finais quer para os gestores de conteúdos - que têm à sua disposição uma ferramenta de backoffice criada à medida.
«O facto de toda a programação e design serem da autoria da Publicenso permite-nos desenhar os projetos web à medida de cada Município, sendo possível cada portal transmitir dados em simultâneo para diversas aplicações externas, ou outros websites, de modo a que os dados sejam partilhados de forma imediata e em total segurança», explica ainda Carlos Conceição. «O trabalho desenvolvido pela Publicenso pode complementar ferramentas web já existentes, otimizando a sua atualização, e permitindo aos municípios divulgar simultaneamente informações de interesse geral a diversos públicos-alvo, e de acordo com necessidades específicas», garante o responsável.
Entre os projetos já concluídos nesta área pela Publicenso, destaca-se o novo website institucional do Município de Ansião.

newsletter